segunda-feira, 5 de abril de 2010

E de repente já em Abril, pós-Páscoa. Este ano tem corrido veloz, quase nem tenho notado os meses que se sucedem. Esta será a última semana por Pt antes de partir e, depois de um fim-de-semana prolongado em casa, custa sempre mais este regresso forçado. Apetece esticar os dias, prolongar a estadia, deixar-me ficar onde a vontade quer e para onde o coração pende. Partir dói sempre. Ainda que tenha o seu quê de excitação, melhor do que a partida só mesmo um regresso.

2 comentários: